quinta-feira, 30 de maio de 2013

Documentário da semana: Monsanto - Patent For a Pig (2006)

[Clica em "CC" e selecciona as legendas Português]

(texto em Inglês) From corruption charges to environmental disruptions, the Monsanto Corporation now makes its way into another documentary film. This time not because of the aforementioned cases, but their huge business plan that aims to tighten their iron-clad control over the food consumption of the masses. The documentary film titled Patent For A Pig: The Big Business of Genetics explains how Monsanto has applied for patents in over 160 nations to breed pigs. This elaborate business plan includes patent over a specific genetic code that Monsanto researchers have decoded and the approval of these patents would then establish Monsanto as the sole breeder of these pigs. Much to the ire of the farmers, who have objected and protested against this as they believe that Monsanto is laying claim to something that has always been there. Jeopardizing their livelihoods, Monsanto continues with the process, and Patent For A Pig: The Big Business of Genetics documentary film covers the views and reaction of the people towards it. Monsanto wishes to obtain their patent over this particular genetic make-up as they believe it triggers bigger flesh growth in the animals. However, to farmers like Kristoff Zimmer, these pigs belong to the farming community and the entire society, but not just to one corporation. It is speculated that Monsanto would further impose fees on the breeding of these animals, in the event of the approval of the patent. Patenting living organisms may be legal in the US, but in the rest of the world, it is often wondered whether a life form should be subjected to something as vain as patenting – it is indeed debatable. Patent For A Pig: The Big Business of Genetics documentary film asks a straightforward question regarding the practicality of Monsanto’s claims over these pigs and analyses the repercussions it will have on the farming community all over the world. Furthermore, their existing reputation also fuels speculation and doubts that force us all to question whether or not it is safe to give so much control to an organization that has been known for profiteering and adopting dubious practices.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dia do Geógrafo

The Trinity by Erez Marom
The Trinity - por Erez Maron
Os geógrafos são profissionais que estudam a Terra. Mas como é isso? Eles sabem tudo sobre o revelo, o clima, a vegetação e os rios que constituem o nosso planeta. Mas não é só isso! Também estudam economia, a distribuição geográfica populacional, as divisões políticas entre os países, as diferenças culturais e muito mais. Pesquisam como as comunidades e habitantes se relacionam com o meio em que vivem! Os geógrafos exercem um papel muito importante actualmente, cuidando do nosso planeta e auxiliando no planeamento urbano, no manejo de recursos naturais, no planeamento da construção de barragens e pólos industriais, que são fundamentais para a sociedade, mas que exigem responsabilidade para que o impacte ambiental seja o menor possível. 
Algumas das actividades exercidas pelos geógrafos:
.Ensino: lecciona no ensino básico, secundário e superior. . 

.Planeamento urbano: planeja o crescimento e desenvolvimento de uma determinada região ou município. 

.Geografia física: estuda os aspectos físicos da Terra, como clima, solo e vegetação.

.Geografia humana: interpreta os dados sociais e económicos de uma população. Planeia a ocupação de áreas urbanas e rurais. 

.Geopolítica: analisa a relação entre espaço geográfico e a organização econômica, política e social de uma região, país ou bloco de países. 

.Meio ambiente: estuda os ecossistemas e previne impactos ambientais causados pela ocupação de terrenos. Faz o manejo de bacias hidrográficas.

.Ordenamento territorial e urbano: organização dos espaços urbanos ou rurais para a instalação de pólos industriais, barragens e outras grandes obras. 

História 
Os chineses foram os primeiros geógrafos dos quais se tem notícia. O primeiro compêndio geográfico da China foi elaborado no século IV a.C. e uma enciclopédia geográfica chinesa de 200 capítulos data de 993 d.C.

terça-feira, 28 de maio de 2013

O Sonho



Sonho

Teria passado a vida
atormentado e sozinho
se os sonhos me não viessem
mostrar qual é o caminho

umas vezes são de noite
outras em pleno de sol
com relâmpagos saltados
ou vagar de caracol

quem os manda não sei eu
se o nada que é tudo à vida
ou se eu os finjo a mim mesmo
para ser sem que decida.
~Agostinho da Silva, in 'Poemas'

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Comunicação- mais distanciamento ou mais aproximação?


Video stop motion, fotografia e montagem de video GG Ortigosa, musica y montaje de audio Gonzalo Colosia. Mais trabalhos deste fotógrafo errante: GERARD ORTIGOSA-LIAZ

domingo, 26 de maio de 2013

Fase de Nathan (profeta bíblico do tempo do Rei David)


Through all the faces that we wear
Sometimes joy, sometimes despair
The mask has gone, no mystery
Replaced by fraud and trickery

It's just a phase you're going through
It's true
You're just a stranger passing through
Yes you know

The streets of London are paved with lead
Just like my lungs are paved with Leb
Brush the cob-webs from my head
Feels like I'm welded to this bed

It's just a phase you're going through
It's true
You're just a stranger passing through
Yes you know

sexta-feira, 24 de maio de 2013

2014- Ano Internacional da Vida Selvagem

Sobre PAN Park
PAN Parks works to protect Europe’s wilderness, the continent’s last remaining untouched areas of nature. Missão We protect the natural habitats and fragile ecosystems so vital to the future of Europe's wilderness. We work in cooperation with European protected areas to ensure these wilderness areas are safeguarded. We build collaborative partnership with individuals and other organisations to protect wilderness together by sharing knowledge. We promote sustainable, responsible toruism to foster love, respect and growing understanding for Europe's wilderness. 
Descrição
Like us to get and comment news about Europe's wildlife, nature conservation, get-away-from-it-all travel destinations and more. 
Visit us on other social media pages, too!
twitter.com/panparks pinterest.com/panparks
www.youtube.com/user/PANParks www.slideshare.net/panparks
Sign up to our newsletter at www.panparks.org/get-involved/join-now/register

quinta-feira, 23 de maio de 2013

UMA ÁRVORE MUSICAL

 Arte Arvore Escultura Instalacao Musica
Concebida por Mike Tonkin e Anna Liu, esta escultura é feita de 1000 tubos galvanizados que, quando percorridos pelo vento, actuam como flautas. Esta árvore metálica produz notas e acordes que variam com a intensidade e direcção do vento, fazendo com que a música aleatória desta escultura alcance quilómetros na paisagem inglesa.

Mike Tonkin e Anna Liu 

(fonte aqui)

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Ajudada: economia da dadiva, como funciona- encontro em Portalegre

"A comunidade como solução, a dádiva como inspiração!"



AJUDADA é um encontro internacional a ter lugar nos dias 14, 15 e 16 de Junho de 2013. Os participantes trazem a Portalegre a sua visão e os seus saberes para planear, em conjunto com toda a comunidade, soluções reais de desenvolvimento. AJUDADA é um espaço de diálogo aberto por cidadãos anónimos que procuram soluções reais para os actuais problemas, buscando inspiração nos valores da dádiva e da partilha. 

AJUDADA é um movimento concreto que quer transformar consciências e atitudes para que os recursos locais sejam valorizados e o futuro da comunidade seja mais promissor. AJUDADA acredita que todos têm um papel a desempenhar na economia local, por isso, é também um convite a todos para que tragam os seus sonhos e se juntem à transformação em curso. Chegou a hora de repensar o valor das coisas. 



terça-feira, 21 de maio de 2013

Foto da semana- caracóis bebendo

Foto: From the smallest of creatures to the oldest, largest tree, nature calls out to us with indescribable beauty and grace. How anybody could think to damage our world is beyond me.
~Trippin

Desde as criaturas mais pequenas até às árvores mais antigas e mais grossas, a natureza apela-nos e sensibiliza-nos com uma graciosidade indescritível. Quem continuamente pensa em abusar e destruir este Equilíbrio  ultrapassa-me.
~Trippin

Obrigado Daniel Gonçalves

sábado, 18 de maio de 2013

~Né Ladeiras~ Ao longo de um claro rio de água doce

E pareciam campinas
vales tão estendidos
pareciam mesmo os teus braços
que me abraçam cingidos
ou seria das silvas
do gengibre do benjoim
do cheiro daquela chuva
dos cacimbos enfim
porque haveria de ter
saudades tuas
ao longo de um claro riode água doce

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Documentário da Semana: Uma quinta para o futuro


A realizadora de filmes de vida selvagem Rebecca Hosking investiga como transformar a quinta de sua família em Devon numa quinta agícola de baixo consumo de energia em preparação para o futuro, e descobre que a natureza tem a chave.
Com seu pai perto da reforma, Rebecca retorna à quinta de sua família em Devon, para se tornar a próxima geração a cultivar a terra. Mas os aumentos de preços do ano passado dos combustíveis foram um alerta para Rebecca. Percebendo que toda a produção de alimentos no Reino Unido é completamente dependente de combustíveis fósseis abundantes e baratos, especialmente petróleo, ela se propõe a descobrir o quão seguro esta fonte de petróleo é. Alarmada com as respostas, ela explora formas de agricultura sem o uso de combustíveis fósseis. Com a ajuda de agricultores e produtores pioneiros, Rebecca descobre que na verdade é a natureza que tem a chave para a futura agricultura de baixa energia.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Pesticidas na comida: Portugal acima da média europeia

Não é novidade...cada vez mais as aves, os batráquios e os insectos (em particular as abelhas e borboletas) e além dos peixes de rio, há muito que estão em risco de vulnerabilidade e alguns passaram para estatuto de vias de extinção...só chegando ao Homem, já é tarde demais.

550
Portugal é um dos países europeus mais vezes referido num relatório sobre resíduos de pesticidas nos alimentos, divulgado pela Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA). O estudo, referente ao ano de 2010, abrange 29 países europeus – os 27 da UE e ainda Noruega e Islândia – e dá conta dos testes feitos a 12,168 amostras de onze tipos de frutas e legumes e alguns produtos derivados.

O relatório aponta valores em consonância com as normas europeias para 97,2 por cento dos casos testados, e sustenta que 99,6 por cento das amostras não apresentam riscos para os consumidores. Portugal é um dos cinco países onde a média de amostras acima dos valores permitidos superou os 3 por cento: os restantes são Eslováquia, Chipre, Malta e Eslovénia.
[Ler resto da notícia aqui

terça-feira, 14 de maio de 2013

domingo, 12 de maio de 2013

Gabriel Fauré, nascido a 12 de Maio

A música é medicina para muitas culturas 


Votre âme est un paysage choisi
Que vont charmant masques et bergamasques
Jouant du luth et dansant et quasi
Tristes sous leurs déguisements fantasques.
Tout en chantant sur le mode mineur
L'amour vainqueur et la vie opportune,
Ils n'ont pas l'air de croire à leur bonheur
Et leur chanson se mêle au clair de lune,
Au calme clair de lune triste et beau,
Qui fait rêver les oiseaux dans les arbres
Et sangloter d'extase les jets d'eau,
Les grands jets d'eau sveltes parmi les marbres.

Biografia de Gabriel Fauré aqui

sábado, 11 de maio de 2013

Mapa biogeográfico secular criado por Wallace, é actualizado!

Até hoje, o antigo mapa de Alfred Russell Wallace, datado de 1876, tem sido a espinha dorsal da nossa compreensão da biodiversidade global. Graças aos avanços da tecnologia moderna e de dados sobre mais de 20.000 espécies, um grupo de cientistas produziu um novo mapa que representa a organização da vida na Terra. Publicado online na Science Express, no dia 12 de Dezembro de 2012, o novo mapa fornece informações fundamentais sobre a diversidade da vida em nosso planeta e é de grande importância para as futuras pesquisas em biodiversidade.

Uma questão essencial para a compreensão da vida na Terra é porquê as espécies estão distribuídas da maneira que estão à volta do planeta. Este novo mapa global divide a natureza em 11 grandes domínios biogeográficos e mostra como essas áreas se relacionam entre si. É o primeiro estudo a combinar informações evolutivas e geográficas de todos os mamíferos conhecidos, aves e anfíbios, num total de mais de 20.000 espécies. O estudo foi publicado no passado dia 12 de Dezembro, na Science, com base no trabalho liderado pelo Center for Macroecology, Evolution and Climate, da Universidade de Copenhague. O trabalho foi desenvolvido a partir de 20 anos de compilação de dados e envolveu 15 pesquisadores internacionais, entre os quais o português Miguel Bastos Araújo, titular da Cátedra “Rui Nabeiro – Delta Cafés” Biodiversidade da Universidade de Évora. 

A primeira tentativa de descrever o mundo natural em um contexto evolutivo foi feita em 1876, por Alfred Russel Wallace, co-descobridor da teoria da selecção natural, junto com Charles Darwin. "Nosso estudo é uma actualização de um dos mapas mais fundamentais para as ciências naturais. Pela primeira vez desde a tentativa de Wallace, estamos finalmente em condições de fornecer uma descrição ampla do mundo natural com base em informações incrivelmente detalhadas para milhares de espécies de vertebrados ", diz o Dr. Ben Holt, do Center for Macroecology, Evolution and Climate e um dos co-autores do estudo. 

"Embora o nosso novo mapa de regiões zoogeográficas do mundo tenha diferenças importantes em relação ao trabalho original de Wallace, o que mais me impressiona são as semelhanças entre o nosso mapa e a primeira tentativa de Wallace para entender os padrões gerais de distribuição da vida na Terra", diz Miguel B. Araújo, titular da Cátedra “Rui Nabeiro – Delta Cafés” Biodiversidade da Universidade de Évora, também co-autor do estudo. "Os mapas de Wallace foram baseados no conhecimento adquirido em viagens de campo por todo o mundo, discussões com colegas e materiais compilados a partir de colecções de museus de história natural. Hoje temos mapas digitais com a distribuição da maioria dos vertebrados terrestres, bem como hipóteses evolutivas sobre como diferentes organismos se relacionam uns com os outros. Que as nossas conclusões sejam tão próximas às de Wallace confirma quão extraordinário foi o trabalho dele", conclui Miguel B. Araújo. 

O novo mapa pode ser dividido em detalhes geográficos para cada classe de animais e está disponível livremente, de forma a contribuir com uma ampla gama de ciências biológicas, bem como com o planeamento da conservação e gestão da biodiversidade. 

Centenas de milhares de registos 

A tecnologia moderna, como sequenciamento de DNA, e uma enorme compilação de centenas de milhares de registos de distribuição de mamíferos, aves e anfíbios em todo o mundo, tornou possível produzir o mapa. "O mapa fornece informações de base importantes para as pesquisas futuras em ecologia e evolução. Ele também tem um significado importante na conservação, diante da crise da biodiversidade e mudanças ambientais globais em curso. “Considerando que a base para o planeamento da conservação tem sido a identificação de áreas prioritárias, baseadas na singularidade de espécies encontradas em um determinado lugar, podemos agora começar a definir as prioridades de conservação com base em milhões de anos de história evolutiva ", explicou o Dr. Jean-Philippe Lessard, co-autor do estudo, da Universidade de Copenhagen e actualmente colaborando na McGill University, Canada. 

O autor Carsten Rahbek, director do Center for Macroecology, Evolution and Climate acrescenta: 
"Apesar dos incríveis avanços da ciência natural, ainda estamos lutando para entender as leis básicas que regem a vida no planeta. Esta descrição holística do mundo natural que nós fornecemos pode ser uma nova pedra angular da biologia fundamental. " 

Sites importantes

Museu Virtual da Biodiversidade
The Third Way of Evolution

sexta-feira, 10 de maio de 2013

A emergência do 4ª sector- toda a economia será Social

Foto: Acción Poética

Fábrica de EscritaCreio que há tanta tecnologia intervindo nas mensagens (androids, redes sociais, telemóveis, Ipad, boletins informativos, especializações, tráficos  atomização) , que a mensagem VOZ perdeu o seu espaço e ar...e andamos todos sedentos de todos. Porque tudo se economizou, proletarizou e o espaço e tempo de amor ficou medíocres e acre e frágil e a austeridade é isso mesmo: uma poluição financeira e uma ditadura, em que o inimigo é difuso.Então cresçamos nalgumas direcções, como a emergência do 4º Sector (saiba mais em Fourth Sector. Net).




E depois podemos pensar no politicamente correcto (o escrito e o oral) muitas vezes é tão ineficaz e só padroniza, idolatra e amesquinha! Avançaríamos para a semiótica, a antropologia cultural...sociologia e a mistificação da sustentabilidade e do amor na new age, etc, etc...Os perigos e riscos de uma vida baseada apenas em "carpe diem"....etc, etc...ou o sacudir meio envergonhado, meio irresponsável de muita gente com quem falamos: "vamos vivendo um dia de cada vez", que substituiu viralmente o "vamos andando"

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Documentário da semana: A Tornallon


A Tornallom, de Enric Peris e Miguel Castro (48')

Espanha, 2003
Espanhol, com legendas em Português. Partes 2 a 5 disponíveis no Youtube
Documentário sobre a luta contra-imobiliária em La Punta, zona rural, agricultural no Sul da Valência, Espanha. A luta é apoiada por um movimento de jovens anarquistas, que chegam da cidade para ali viver. Mostra o conflito com a imobiliária, a vida quotidiana do projecto, as relações entre os jovens e os moradores originais do lugar.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Tratado do Decrescimento Sereno

"O crescimento infinito é incompatível com um mundo finito" - por Serge Latouche, filósofo e economista francês, em "Tratado do Decrescimento Sereno" (Editora Martins Fontes):

"Há perguntas demais neste mundo aqui de baixo, nos diz Woody Allen: de onde viemos? Para onde vamos? E o que vamos comer hoje à noite? Se, para dois terços da humanidade, a terceira questão é a mais importante, para nós, do Norte, os empanzinados do hiperconsumo, ela não é uma preocupação. Consumimos carne demais, gordura demais, açúcar demais, sal demais. O que nos assombra é antes o sobrepeso. Corremos o risco de sofrer de diabetes, cirrose do fígado, colesterol e obesidade: esta atinge 60% da população dos EUA, 30% da Europa e 20% das crianças na França. Estaríamos melhor se fizéssemos dieta. Esquecemos as duas outras perguntas que, menos urgentes, são contudo mais importantes.

Para onde vamos? De cara contra o muro. Estamos a bordo de um bólide sem piloto, sem marcha a ré e sem freio, que vai se arrebentar contra os limites do planeta. (...) Mas, com a nossa refeição desta noite garantida, não queremos escutar nada. Ocultamos, em particular, a questão de saber de onde viemos: de uma sociedade de crescimento - ou seja, de uma sociedade fagocitada por uma economia cuja única finalidade é o crescimento pelo crescimento. É significativa a ausência de uma verdadeira crítica da sociedade de crescimento na maioria dos discursos ambientalistas, que só fazem enrolar nas suas colocações sinuosas sobre o desenvolvimento sustentável.

Dizer que um crescimento infinito é incompatível com um mundo finito e que tanto nossas produções como nossos consumos não podem ultrapassar as capacidades de regeneração da biosfera são evidências facilmente compartilháveis. Em compensação, são muito menos bem-aceitas as consequências incontestáveis de que essas mesmas produções e esses mesmos consumos devem ser reduzidos, e que a lógica do crescimento sistemático e irrestrito (cujo núcleo é a compulsão e a adição ao crescimento do capital financeiro) deve portanto ser questionada, bem como nosso modo de vida."

Para saber mais

terça-feira, 7 de maio de 2013

Evolução um novo tipo de arte- exposição de Leonel Moura

Leonel Moura continua o seu trabalho inovador explorando as potencialidades artísticas da inteligência artificial e das máquinas criativas. A exposição “Evolução” apresenta uma série de esculturas realizadas numa impressora 3D. As formas tridimensionais são geradas previamente no computador por um conjunto de algoritmos e depois enviadas para reprodução. Trata-se assim também de um novo tipo de múltiplos que sucedendo à gravura e à serigrafia, utiliza as tecnologias mais avançadas da actualidade.
Diretor Leonel Moura e o bebê RUR
Leonel Moura e o bebé RUR (Foto: Robotarium)
O CPS, Centro Português de Serigrafia, tem apostado na ampliação das possibilidades criativas tendo já realizado várias edições por meios digitais. A exposição “Evolução” de Leonel Moura é mais um passo nessa linha de investigação e produção.
A exposição está patente na Galeria do CPS no CCB, de 17 de Abril a 19 de Maio. 
A exposição tem o apoio da ISICOM, empresa que em Portugal se dedica à comercialização deste tipo de máquinas.




Galeria CPS, Centro Cultural de Belém, Loja 7, Praça do Império, Lisboa, T: 213162175

domingo, 5 de maio de 2013

sábado, 4 de maio de 2013

Less TV lesion more inner vision


A televisão é um instrumento permanente do 'divertissement'. (...) É uma cultura do esquecimento e uma criação do esquecimento sobre o esquecimento." ~Eduardo Lourenço

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Encontros improváveis: Eduardo Galeano e Adrian Borland


No Dia Mundial do Trabalhador- uma sonora reflexão

"O mundo é isso — revelou — Um montão de gente, um mar de fogueirinhas. Cada pessoa brilha com luz própria entre todas as outras. Não existem duas fogueiras iguais. Existem fogueiras grandes e fogueiras pequenas e fogueiras de todas as cores. Existe gente de fogo sereno, que nem percebe o vento, e gente de fogo louco, que enche o ar de chispas. Alguns fogos, fogos bobos, não alumiam nem queimam; mas outros incendeiam a vida com tamanha vontade que é impossível olhar para eles sem pestanejar, e quem chegar perto pega fogo.~ Eduardo Galeano