quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

O filme Babel e a filosofia Vida Simples ~ Babel and Simple Living


Desejo e queria muito que BABEL não fosse apenas um filme pensado só para mim e/ou nos objectivos em que eu construí este blogue....

Desejo e queria muito que o filme Babel fosse interiorizado por mais gente e que as pessoas integrassem a sua mensagem tão complexa em nossas opções e decisões, a curto e a médio prazo.



Nós podemos aprender muito no cinema... Alguns filmes mostram-nos imensas realidades e as suas consequências... como Babel.

Nós aprendemos principalmente com nossos erros mas também poderemos e devemos aprender vendo/ouvindo/ lendo/interpretando os erros que os outros colectiva ou individualmente fizeram ou os erros que estão representados na literatura/ na poesia/ nas letras de muitas músicas / nas pinturas/ nos filmes/ no teatro e assim por diante...

E, naturalmente, também sabendo mais e melhor sobre as vidas de personalidades e os hábitos e costumes das várias culturas....num caminho singular de autonomia e de sustentabilidade colectivas.


Eu penso que nós podemos progredir mais, não acham?


Nós podemos mudar individualmente e social, em pequena e em grande escala... de modo a que possamos assim ser seres humanos mais fascinantes, mais preventivos e vivendo mais democratica e verdadeiramente livres... sem mais fome, dor, xenofobia e mais guerras neste mundo...É o que eu acredito.


Eu acredito e aposto em todas as formas da Arte não em termos lúdicos e estéticos mas como capazes de Acção política, mobilizando expressões, mobilizando saberes e aprendizagens, criando a Opinião e mobilizando novas possibilidades.


ENGLISH tranlaction


Hope BABEL wasn´t also a film thinking for myself...and the objectives i built this blog....

We can learn a lot in cinema...some films shows realities...like Babel.

We learn mainly with our mistakes but also by seeing what errors did others commited or are represented in films/theatre/ paintings/ music letters/ poetry/ literature,and so on...I think we can progress more, dont you?

And, of course, also knowing better the lives of personalities and cultures.....

We can change individually and social, in little and larger scale....and be more fascinating human beings, more prevented and live more democraticly and real free....without famine, pain,xenophoby and wars in this world...Thats what i believe.

I believe in all sorts of Art not in ludic terms but as politic action, move expressions, move opinions, creates opinion and move new possibilities.



Uma das possibilidades é de facto Abrandar, sob pena de ser já muito tarde para as graves mudanças ambientais e enormes conflitos socioeconómicos e guerras que se irão assistir se perpetuarmos esta bolha artificial do petróelo barato por mais tempo. Há opções e há que mudar urgentemente.


Sugiro/apelo por exemplo em apostarmos individual e colectivamete por um estilo de vida dentro da Filosofia de Vida Simples. Na net só encontrei em inglês, na Wikipedia, mas acho que está acessível.


Simple living (similar but not identical to voluntary simplicity or voluntary poverty) is a lifestyle individuals may pursue for a variety of motivations, such as spirituality, health, or ecology. Others may choose simple living for reasons of social justice or a rejection of consumerism. Some may emphasise an explicit rejection of westernised value, while others choose to live more simply for reasons of personal taste, a sense of fairness or for personal economy. Simple Living as a concept is distinguished from the simple lifestyles of those living in conditions of poverty in that its proponents are consciously choosing to not focus on wealth directly tied to money or cash-based economics. Although asceticism may resemble voluntary simplicity, proponents of simple living are not all ascetics. The term downshifting is often used to describe the act of moving from a lifestyle of greater consumption towards a lifestyle based on voluntary simplicity. (neste artigo estão incluídos alguns bons livros e alguns links, que saliento a rede internacional Simple Living, criada já em 1996 e...creio, com muita pena minha, ainda muito pouco divulgada entre nós).

SÍTIO RECOMENDADO para o novo Milénio

Simple Living Network

Sem comentários: