segunda-feira, 27 de março de 2006

STOP TORTURE/VIOLENCE-STOP....
CHOOSE PEACE

PARTE I - A TORTURA SEM FIM???


1. Circos com Animais :: O Pior Espectáculo do Mundo
CIRCO DAS CELEBRIDADES- Boicotem o programa, ignorar é também sinal de radicalismo....
O Grupo Imobiliário REMAX acaba de anunciar o cancelamento do seu patrocínio ao Circo das Celebridades, no seguimento de apelo feito pela ANIMAL e reforçado por muitas centenas de e-mails, cartas e faxes de apoiantes da ANIMAL e de outras organizações.Agora por favor, escreva à Credial, através de credial@cetelem.pt, e à Cofaco (empresa produtora do Atum Bom Petisco), através de geral@coresa.pt e de export@cofaco.pt, mencionando o bom exemplo estabelecido pela REMAX nesta sua excelente decisão e pedindo a estas duas empresas que, tal como a REMAX acabou de fazer, cancelem imediatamente os patrocínios que mantêm ao “Circo das Celebridades” (mensagem sugerida no site da Associação Animal ).



2. MAUS TRATOS A CRIANÇAS E VIOLÊNCIA DOMÉSTICA


40 000 crianças por ano em Portugal são vítimas de maus tratos....há que mudar esta cultura...ainda mais...sobretudo aligeirar os instrumentos legais em bom nome das instituições e do estado....

Vídeo para fomentar o debate- atenção certas imagens são demasiado violentas): Till death do us part

3.Armas, guerras e o negócio de armamento

Videos:

3 Years in Iraq

This is War

Every Death Creates new enemies

Poisonous Legacy

PARTE II

Pró-Iniciativas pela Paz, Não-Violência e Não Agressão (entre muitas, felizmente, que já existem)

1.Governo Português lança campanha de entrega voluntária de armas ilegais

2.Conheça e assine online o manifesto do apelo universal ao desarmamento

1) Anti-Conscription Manifesto 1926, assinado entre outros por Henri Barbusse, Annie Besant, Martin Buber, Edward Carpenter, Miguel de Unamuno, Georges Duhamel, Albert Einstein, August Forel, M.K. Gandhi, Kurt Hiller, Toyohiko Kagawa, George Lansbury, Paul Loebe, Arthur Ponsonby, Emanuel Radl, Leonhard Ragaz, Romain Rolland, Bertrand Russell, Rabindranath Tagore, Fritz von Unruh, H.G. Wells

(2) Against Conscription and the Military Training of Youth 1930, assinado entre outros Jane Addams, Paul Birukov and Valentin Bulgakov (collaborators of Leo Tolstoy), John Dewey, Albert Einstein, August Forel, Sigmund Freud, Arvid Jaernefelt, Toyohiko Kagawa, Selma Lagerloef, Judah Leon Magnes, Thomas Mann, Ludwig Quidde, Emanuel Radl, Leonhard Ragaz, Henriette Roland Holst, Romain Rolland, Bertrand Russell, Upton Sinclair, Rabindranath Tagore, H.G. Wells, Stefan Zweig

3.Conheça e assine a petição pelo fim das armas de urânio

4.Em nossas casas, empregos,instituições praticarem com coragem e determinação constante actos de Paz e promoção da Paz.Denunciar às autoridades competentes e contactar as linhas SOS disponíveis

5.Contactar, associar-se e participar em ONG de apoio à Não-Violência,Promoção da Paz e Promoção de Valores Socioambientais (APAV; CAMPO ABERTO GAIA;TERAVIVA; LPN; ANIMAL;OLHOVIVO, etc)

sábado, 25 de março de 2006

Música do BioTerra : Sigur Ros - Fljotavik

We look over the rudder
Cut off the sea
We sail by the mast
Stretch the sails
We steer towards the bridge

We sail ashore
Up on the large rocks and the sand
We wade ashore
What a mess!


There I found myself
Endlessly thanking
Sheltered in a makeshift house
And we slept
As the storm died down

sexta-feira, 24 de março de 2006

As ironias, paradoxos dos tempos homo-economicus- A Água, a Coca -Cola e os direitos socioambientais


1. Relatório Alterantivo da Coca Cola

2. Texto de Daniel Cassol, 22 de Março
Enviado especial ao México

Comunidades rurais da Índia, que convivem com engarrafadoras da Coca-Cola, já sofrem com a falta de água na região. Uma fábrica é capaz de captar até um milhão de litros de água por dia. Na Colômbia, desde1990, oito trabalhadores de fábricas da multinacional, que atuavam noSindicato dos Trabalhadores da Alimentação, já foram assassinados porgrupos paramilitares com a conivência da empresa. Na Turquia, 14 motoristas da empresa, atuantes nos sindicatos, já a denunciaram por intimidação e tortura. Coca-Cola é isso aí. Os casos estão relatados no documento Coca-Cola – o informe alternativo ,divulgado na Cidade do México pela organizaçãoo não-governamental Waron Want. É por isso que, na visão dos ativistas da entidade, boicotar os produtos da transnacional não significa apenas defender a água. Quemdecide não consumir mais produtos da Coca-Cola é porque chegou a um alto grau de consciência política-afirma Gustavo Castro, do México.No país em que o atual presidente da República já foi presidente nacional da multinacional, a empresa está se apoderando dos recursos hídricos. De acordo com o relatório, a Coca-Cola está recebendo incentivos e isenções para privatizar os aquíferos do Estado de Chiapas, rico em água.
No México, a Coca-Cola entrou na vida familiar, é parte da paisagem e da vida das pessoas- relata Castro.


Contaminação e violência


O indiano Amit Srivastava, da organização India Resources, relata que no seu país a Coca-Cola arrasa comunidades onde possui fábricas engarrafadoras.

A quantidade de água utilizada pela empresa é tanta que em algumas regiões o nível dos rios já baixou até 10 metros emcinco anos. Quase toda a água que a Coca-Cola usa é para limpar máquinas e garrafas. Eles colocam produtos químicos na água e a contaminam, prejudicando solos, plantas e aquíferos, afirma.De acordo com Srivastava 70% da população indiana vive da agricultura e as consequências da presença da Coca-Cola no país são trágicas paraesse setor. Beber Coca-Cola é como beber o sangue dos agricultores da Índia- completa.O dirigente sindical Javier Correa, do Sindicato Nacional dosTrabalhadores da Industria de Alimentação da Colômbia, denuncia uma outra faceta da transnacional: a repressão aos sindicatos e aviolência contra os trabalhadores. Desde 1990, são nove sindicalistas funcionários daempresa mortos por grupos paramilitares, 14 presos e 48 vítimas deameaças de morte, como é o caso de Correa. São boas as relações entre a Coca-Cola e os paramilitares, denuncia.

Boicote internacional

Todos os casos de violação de direitos humanos, de exploração pedratória dos recursos hídricos e contaminação da água, levaram aCoca-Cola a patrocinar o IV Fórum Mundial da Água, na opinião de Amit Srivastava. O evento, que termina no dia 22 na Cidade do México, seriaum grande exercício de relações públicas da empresa: é inacreditável que a Coca-Cola esteja patrocinando um fórum internacional sobre água, porque sua relação com ela é extremamente insustentável- declara.No contexto do Fórum Internacional em Defesa da Água, evento paralelo ao oficial, a organização War on Want divulgou sua proposta de uma campanha internacional de boicote aos produtos da empresa.


A CocaCola não entende de ética. Não há como negociar com essa empresa,porque a única coisa que ela entende é de dinheiro. Por isso precisamos boicotar seus produtos-afirma Srivastava. De acordo com a organização, universidades estadunidenses, como a de Michigang e de Nova York, já cancelaram seus contratos com a empresa.


3.Conheçam as actividades da Coke Justice e da War on Want

quinta-feira, 23 de março de 2006

A relevância da mitologia grega para a compreensão dos tempos modernos


Éris é a deusa que personifica a discórdia na mitologia grega.
A lenda mais famosa referente a Éris relata o seu papel ao provocar a Guerra de Troia. As deusas Hera, Atena e Afrodite haviam sido convidadas, juntamente com o restante do Olimpo, para o casamento forçado de Peleu e Tétis, que viriam a ser os pais de Aquiles, mas Éris fora desdenhada por conta de seu temperamento controvertido - a discórdia, naturalmente, não era bem-vinda ao casamento. Mesmo assim, compareceu aos festejos e lançou no meio dos presentes o Pomo da Discórdia, uma maçã dourada com a inscrição καλλίστη (kallisti, ou "à mais bela"), fazendo com que as deusas discutissem entre si acerca da destinatária. O incauto Páris, um pastor de rebanhos, príncipe de Tróia, foi designado por Zeus para escolher a mais bela. Cada uma das três deusas presentes imediatamente procurou suborná-lo: Hera ofereceu-lhe poder político; Atena, habilidade na batalha; e Afrodite, a atual mulher mais bela mulher do mundo, Helena, esposa de Menelau de Esparta. Páris elegeu Afrodite para receber o Pomo, condenando sua cidade, que foi destruída na guerra que se seguiu.

Obrigado Sophia Duke por nos recordares da Éris.

quarta-feira, 22 de março de 2006

Poema da Semana: ♀ MULHER ♀, por João Soares


♀ MULHER ♀

EMOTIVA TEMÍVEL PURA INTELIGENTÍSSIMA MODESTA RARA CORDIAL EFICIENTE CRITERIOSA EQUILIBRADA RUDE VIRTUOSA CORAJOSA NATURAL FRÁGIL ALTIVA INCAPAZ TRABALHADORA IRRECUPERÁVEL CATITA MALTRAPILHA POPULAR SÓ MASCARADA GORDA HILARIANTE PREGUIÇOSA MALÉVOLA INFANTIL SINISTRA SANTA RIDÍCULA INCRÍVEL SERENA ATRASADA ROMÂNTICA PLANIFICADA PALERMA DESEQUILIBRADA MALCRIADA SINCERA AMARGURADA MÁ SENSÍVEL PONDEROSA MORDAZ VOLÚVEL INDECENTE DURA ATARANTADA BILTRE EMBIRRENTA FUGITIVA SORRIDENTE COBARDE ETÉREA MINUCIOSA ATENTA CLANDESTINA GUEDELHUDA ALBINA TORTA OPORTUNISTA GENTIL ESCRITORA FALACIOSA ACTRIZ MÁRTIR MASOQUISTA DESTRAVADA VIRGEM AGITADA ROÍDA DIREITA SAGAZ DISCIPLINADA PODEROSÍSSIMA ATRAPALHADA LINDA BELA IRRESISTÍVEL MIRABOLANTE PESADA ANORÉCTICA ARROGANTE IMPOSSÍVEL IRRITADA DESESPERADA DEMAGÓGICA FÚTIL ÁSPERA AZEDA NEGRA SENSUAL SIMPLES TERNA AFÁVEL TREPIDANTE NERVOSA NEURÓTICA DEPRIMIDA AUSENTE ESTÚPIDA AGRESSIVA HUMILHADA VIOLADA ESFOMEADA APAIXONADA GRÁVIDA MATERNA MATRIARCA ESPANCADA RASCA PALAVROSA INJUSTA OPORTUNISTA LADRA DESBOCADA IMPOLUTA MAGNÂNIMA IMPERATRIZ ABSOLUTA PURÍSSIMA BONDOSA INCERTA INSEGURÍSSSIMA SÓZINHA PATETA JUSTA IMPENETRÁVEL FORTALEZA CASTA PÚDICA ESPÉCIE ARMANTE VAIDOSA ACEROSA MAMUDA PINTADA MENTIROSA DESMAQUILHADA COLORIDA AÉREA DESPISTADA AVE AUTORA ACTRIZ TEATRAL IMODESTA SÊCA ÁSPERA LISA SÔFREGA TÁBUA-RASA IMPOTENTE LEVIANA COISA BANANA CONFIDENTE AMÁVEL AMIGA CARA RECICLÁVEL ENTUPIDA BESTA GAGA MOLE MALICIOSA DOLENTE PARVA HOSPITALEIRA APRESSADA FERIDA ERRADÍSSIMA INSINUANTE ONDULANTE ARRAPAZADA QUENTE HIPOCONDRÍACA MALANDRECA DESOPILANTE ACANALHADA ÚNICA SOTURNA SANTINHA CONTUNDENTE IMPECÁVEL CEGA MÍTICA PRESTÁVEL HUMILDE TRISTE CARINHOSA MOROSA SURDA ABANDALHADA BEIJOQUEIRA MUDA RALHADORA EXPULSA IMPULSIVA BOMBA ESQUELÉTICA MORALISTA CATEQUISTA DEUSA CRISTÃ MUÇULMANA IDIOTA FURIBUNDA COMUNISTA BULÍMICA ESSENCIAL VITAL FRESCA SUAVE NÃO-TE-RALES AMORDAÇADA COLABORANTE DESEMBARAÇADA MEDONHA SENSATA VULGAR GASTA CIUMENTA INSENSATA IMPRUDENTE IDEALISTA MOÇA ALARMISTA TROCA-TINTAS BAJULADORA VORAZ VÍTIMA CONTENTE CHORONA PIEGAS ADULADA IDOLATRADA PACÍFICA BRUTALIZADA PROGRAMADA DESPIDA FRONTAL INAMOVÍVEL.
João Soares, Março de 2004

terça-feira, 21 de março de 2006

Dia Mundial da Árvore e das Florestas

Poema e foto de João Soares
Poemárvore
Diz a floresta:
semeei pétalas de ar!

O Dia Mundial da Árvore ou da Floresta celebra-se anualmente a 21 de março.
Neste dia decorrem várias ações de arborização e reflorestação, em diversos locais do mundo.
O objetivo da comemoração do Dia Mundial da Árvore é sensibilizar a população para a importância da preservação das árvores, quer ao nível do equilíbrio ambiental e ecológico, como da própria qualidade de vida dos cidadãos. Estima-se que 1000 árvores adultas absorvem cerca de 6000 kg de CO2 (dióxido de carbono).

30% da superfície terrestre está coberta por florestas, sendo nestas que se realiza a fotossíntese - produção de oxigénio a partir de dióxido de carbono. As florestas são apelidadas dos pulmões do mundo, não apenas pela sua função de manutenção e renovação dos ecossistemas, como também pela sua importância em áreas estratégicas como a economia e a produção de bens e alimentos.

Origem do Dia

A celebração do Dia Mundial da Árvore ou da Floresta começou a 10 de abril de 1872, no estado norte-americano do Nebraska (EUA). O seu mentor foi o jornalista e político Julius Sterling Morton, que incentivou a plantação ordenada de árvores no Nebraska, promovendo o "Arbor Day".
Em Portugal, a 1.ª Festa da Árvore comemorou-se a 9 de março de 1913 e o 1.º Dia Mundial da Floresta a 21 de março de 1972.

A 21 de março comemora-se também o Dia Mundial da Poesia.

segunda-feira, 20 de março de 2006

Eu sou a minha verdadeira honra, por Joaquim Pessoa


São as Pessoas como Tu 

São as pessoas como tu que fazem com que o nada queira dizer-nos algo, as coisas vulgares se tornem coisas importantes e as preocupações maiores sejam de facto mais pequenas. São as pessoas como tu que dão outra dimensão aos dias, transformando a chuva em delirante orvalho e fazendo do inverno uma estação de rosas rubras. As pessoas como tu possuem não uma, mas todas as vidas. Pessoas que amam e se entregam porque amar é também partilhar as mãos e o corpo. Pessoas que nos escutam e nos beijam e sabem transformar o cansaço numa esperança aliciante, tocando-nos o rosto com dedos de água pura, soltando-nos os cabelos com a leveza do pássaro ou a firmeza da flecha. 

São as pessoas como tu que nos respiram e nos fazem inspirar com elas o azul que há no dorso das manhãs, e nos estendem os braços e nos apertam até sentirmos o coração transformar o peito numa música infinita. 

São as pessoas como tu que não nos pedem nada mas têm sempre tudo para dar, e que fazem de nós nem ícaros nem prisioneiros, mas homens e mulheres com a estatura da vida, capazes da beleza e da justiça, do sofrimento e do amor. 

São as pessoas como tu que, interrogando-nos, se interrogam, e encontram a resposta para todas as perguntas nos nossos olhos e no nosso coração. As pessoas que por toda a parte deixam uma flor para que ela possa levar beleza e ternura a outras mãos. Essas pessoas que estão sempre ao nosso lado para nos ensinar em todos os momentos, ou em qualquer momento, a não sentir o medo, a reparar num gesto, a escutar um violino. São as pessoas como tu que ajudam a transformar o mundo. 

Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'

domingo, 19 de março de 2006

Curta-Metragem- MAN por Steve Cutts


A verdade sobre a nossa ignorância, estupidez e ganância explicada em poucos minutos. 
The truth about our Ignorance, Stupidity and Greed in just a few minutes. Killer work by Steve Cutts. Absolutely brilliant!



Confere mais trabalhos de Steve no seu site e no VimeoE para acompanhar os novos trabalhos, segue a sua pagina no facebook

sábado, 18 de março de 2006

quarta-feira, 15 de março de 2006

Carta da Terra e 4 vídeos premiados sobre a Paz

Clique na imagem e acede ao sitio da Carta da Terra/Earth Charter

Os vídeos foram exibidos no Canal Futura, da Rede Globo e permanecem aqui e eles foram produzidos com os desenhos de crianças que participaram na Olimpíada 2003.
Video 1
Video 2
Video 3
Video 4

terça-feira, 14 de março de 2006

Documentário da semana: "Queda da República" (Fall of the Republic)



Como os campesinos sem direitos às terras, como cidadãos sem direitos à informação e como consumidores sem direitos à escolha, as corporações além de escravizar novas nações,  estão a alargar o seu círculo. Contudo, acreditem que se retirarmos os transgénicos, os fármacos aplicados, o petróleo deste puzzle e o desenharmos na agricultura tradicional, mercados locais e eficiencia energética e hídrica, simplesmente não encaixam...portanto está ainda muito em jogo para desistirmos e nos desmobilizarmos.

domingo, 12 de março de 2006

Dossier Terra Política

Ecologia Política
Ecologia Política Brasil
Ecologia Politica Itália
Ecopolítica México
Ecopolitics
Instituto de Ecologia Política Brasil
Instituto de Ecologia Política Chile
Political Ecology of Development
Political Ecology Society (PESO)
Revista Ecología Política Espanha
Revista Ecología Política França
Revista Ecologia Politica Itália
Revista Ecologia Politica México


Partidos com Vertente Ecológica
Bloco de Esquerda
Green Parties World Wide
Os Verdes
Work Less Party

Blogues sobre EcoPolítica
Eco Partido da Terra
Ecopolitics Daily
Froblog - Greens From New Zealand
Investigando o Novo Capitalismo (Alexandre Leite)
O Desenvolvimento Sustentavel (PS)
Os Verdes em Lisboa
Partido da Terra

Política Institucional
Provedor Justiça Europeu
Tribunal Justiça Comunidades Europeias
Parlamento Europeu
Parlamento Global
Conselho Uniao Europeia
Presidencia da Republica
Assembleia da Republica
Ministerios e Direcções Gerais

Autores/ Investigadores
Eugénio Costa Almeida
José Adelino Maltez
Robert Fisk

Sítios
EIR- LaRouche Publications
Resistir
Bússola Política

ONG
Arquivo Marxista na Internet
Alter-EU
Bella Ciao
BroadLeft
Instituto Democracia Portuguesa
La Alianza Social Continental (ASC)
La Fogata
Frente Social y Politico
Polo Democratico
Terrorismo Made in USA

Vídeos
America's #1 Terrorists


Blogues Políticos
A Fonte Nova (Zé Lérias)
A Voz do Povo
Adufe (Rui Branco)
Altermundo
Apelo à Humanidade - Biranta
Arrastão (Daniel Oliveira)
Arre, que é demais!
Aspirina B
Blasfémias
Blogues Parlamento
Causa Nossa
Cantigueiro (Samuel)
Climate and Capitlalism (Ian Angus)
Coisas de Hoje (Joffre Justino)
Congeminações(Raul)
Conversamos?!
Democracia em Portugal?
Dolo Eventual
Do Mirante (A. João Soares)
Do Portugal Profundo
Editorial
Easter Lemming Liberal News
Eleições e Democracia - Biranta
Esquerda Republicana
Eurotalk (Isabel Arriaga e Cunha)
Geosapiens
HorAbsurda
Information Clearing House Blog
Kaska e Deskaska
Leão Pelado
Lobi do Chá
Mais Actual (Rui Costa Pinto)
Mask of Anarchy
Mentira!
Mote para Motim
O Dolo Eventual
O Pior e o Melhor de Matosinhos (Otília Reisinho)
Pé de Meia
Pelos Caminhos de Portugal (Ricardo Coelho)
Pobre e Mal Agradecido (Rui Tavares)
Respublica Europeia
Sociocracia (Biranta)
Tonibler
Touaqui
Xicoxperto
We Have Kaos in the Garden

sexta-feira, 10 de março de 2006

Dossier Ec♀feminism♀

ATENÇÃO © Copyleft - É permitida a partilha do dossiê exclusivamente para fins não comerciais e desde que o autor e o BioTerra sejam citados.
Profiles- foto de Sergio Pessolano
Não esqueças de visitar regularmente este espaço para manteres-te actualizado!

Sítios/ ONG
1 Milion Women
Agende- Ações em Gênero, Cidadania e Desenvolvimento
Articulação de Mulheres Brasileiras
Criola
CFemea- Centro Feminista de Estudos e Assessoria
CHEJ- Center for Health, Environment and Justice
Center for the Study of Political Graphics
DAWN- Development Alternatives with Women for a New Era
Ecofem
Ecofeminism
Ecofeminismo
Ecofeminist and Ecology Resources
Eve Online: Ecofeminist Visions Emerging
Facecoop
Feminist
Geledes- Instituto da Mulher Negra
Género y Ambiente
Global Fund for Women
Green Fuse
IGTN- International Gender and Trade Network
International Informatiecentrum en Archief voor de Vrouwenbeweging (IIAV)
International Women´s Day
Mama Cash
The Greenbelt Movement
Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens
SOS Corpo- Instituto Feminista para a Democracia Urgent Action Fund
Water Bearers
WEDO- Women's Environment and Development Organization
WIDE- Network Women in Development Europe
Women on Waves
Women's Global Network for Reproductive Rights

Leituras/ Artigos
1200 Years of Women Composers: A Free 78-Hour Music Playlist That Takes You From Medieval Times to Now
Bibliografia extensíssima de obras e artigos sobre este importante movimento ecológico
Ecofeminismo e o papel assumido pelas mulheres na defesa e valorização do meio ambiente
Ecologia Profunda e Ecofeminismo
Écologie, féminisme : révolution ou mutation

E Livros
Auto Evaluación de género de la política
Ecofeminism and Biblical Interpretation
Género e Meio Ambiente
Gestion de Cuencas
Política Género, Mujeres y Desarrollo

Revistas
Bust

Inspiradoras
Rachel Carson
Vandana Shiva (Navdanya)
Wangari Maathai

Documentários
O Ouro Azul - Guerra Mundial da Água
The Corporation

Dossiês do BioTerra Relacionados
Alterações Climáticas
Artes
Austericídio
Bioética
Biologia
Blogosfera
Ciência
Corporações
Eco-Activismo
Ensino
Filosofia
Liberdade
Paz
Povos Indígenas
Permacultura
Publicidade
Sustentabilidade

Blogues
Appetite for Equal Rights
Cedar Hill Report
Lealdade Feminina

NOVA ATENÇÃO © COPYRIGHT-  Ao partilhar, agradeço atempadamente a indicação do autor e do meu blogue Bioterra. Estes dossiês resultam de um apurado trabalho de pesquisa, selecção de qualidade e organização.

quarta-feira, 8 de março de 2006

Dia Internacional da Mulher


O Dia Internacional da Mulher é comemorado anualmente a 8 de março.

História do Dia da Mulher

A data surgiu pela primeira vez a 19 de março de 1911 na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça.
Desde esse ano, o dia tem vindo a ser comemorado em vários países, de forma a reconhecer a importância e contributo da mulher na sociedade.
Outro dos objetivos por detrás da origem do Dia Internacional da Mulher é recordar as conquistas das mulheres e a luta contra o preconceito, seja racial, sexual, político, cultural, linguístico ou económico.
Em 1975, as Nações Unidas promoveram o Ano Internacional da Mulher e em 1977 proclamaram o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher.
No Dia Internacional da Mulher é comum serem enviadas às mulheres mensagens de apreço e homenagem, e fazerem-se pequenas surpresas, como o envio de flores e bombons.

Frases para o Dia Internacional da Mulher

  • "Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas." - Séneca
  • "A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova." - Léon Tolstoi.
  • "A mulher é como a tua sombra: se corres atrás dela, ela correrá à tua frente, se corres à frente dela, ela vem atrás de ti."- Alfred de Musset
Dossiê BioTerra aconselhado:

terça-feira, 7 de março de 2006

Materiais de Apoio ao Estudo- Para Alunos

ATENÇÃO © Copyleft - É permitida a partilha do dossiê exclusivamente para fins não comerciais e desde que o autor e o BioTerra sejam citados.
  • Conserva a tua saúde: 21 conselhos para a vida (das prestigiadas Universidades Harvard e Cambridge)
  • 10 maneiras de ser solidário através dos média sociais disponíveis aqui


Não esqueças de visitar regularmente este espaço para manteres-te actualizado

Metodologias de trabalho (ensinos básico e secundário)

  • Como fazer um caderno de apontamentos?
  • Saber fazer resumos, esquemas, etc
  • Como fazer um resumo?
  • Como fazer fichas de leitura?
  • Como fazer fichas?
  • Como fazer a apresentação escrita de um trabalho individual?
  • Como apresentar um trabalho em Powerpoint?
  • Como apresentar a bibliografia num trabalho?
  • Bibliografia: Como apresentar?
  • Citações bibliográficas
  • Como fazer um portefólio?
  • Como elaborar mapas de conceitos?
  • Como memorizar?
  • Como estudar? (em inglês; pdf muito bom)
  • Citações
  • Abreviaturas
  • Fazer anagramas (várias línguas) e animações
  • Como elaborar um cartaz? (resumo)
  • Como fazer um Jornal Escolar?
  • Como analisar uma obra de arte?
  • Investigação por Questionário - Ideias e conceitos
  • Etapas da Construção do Questionário
  • Vantagens e Desvantagens da utilização de um inquérito por questionário
  • Usar a biblioteca
  • Trabalhar em grupo
  • Fazer um trabalho individual
  • Trabalho de projecto


  • Uma sitiografia para toda a vida 
    Clica aqui

    Sitios

    Cantinho das Artes 
    Arquitectura
    Artes
    Fotografia

    Cantinho das Ciências Exactas e Naturais
    Agronomia
    Astronomia
    Bioinformática
    Biologia
    Biotecnologia
    Ciência
    Ecologia
    Física
    Geologia
    Descubra os erros científicos e históricos que os filmes exibiram nos últimos anos
    Metodologias de trabalho (ensino superior e investigação) 
    100 sites indispensáveis de pesquisa científica e académica
    19 buscadores académicos que todo investigador debería conocer
    Como fazer referências?
    Durante e Após a Entrevista
    Guião de entrevista
    Repositorio Aberto Universidade Porto
    Scientific Communication (muito bom- interactivo e em inglês acessível)

    Materiais de Estudo 
    Apontamentos (Várias Disciplinas)
    Fichas de Trabalho/Testes (Várias Disciplinas e Anos)
    E-books sobre comunicação, internet, redes sociais e web 2.0 para download

    Exames
    Exames NacionaisGAVE PT
    Exames Org
    Vestibular (Brasil)

    Sítios/ Revistas/ Reflexões
    Brasil Escola (com muita informação útil)
    Bussola Escolar (Brasil)
    Caderno Profissão Cientista
    Escolas Livres com Software Livre
    Guia do Estudante
    How Stuff Works - Como funciona?
    Info Escola
    Literacia Digital (cursos online da Microsoft)
    Livros Digitais
    Nota Positiva
    Planeta Ciência (muito bom)
    Share and Get Bbooks
    UOL-Educação (muito bom)
    Youtube Edu

    Dicionários/ Gramáticas online/ Pesquisa de Biografias
    Biografias (muito completo)
    Biografias (Bioterra)
    Britannica
    Chrono-Biographical Sketchs
    Ciberdúvidas de Língua Portuguesa
    Conjugador
    Dicionários (imensos; várias línguas; tradutores; científicos;temáticos)
    Dicionário Ambiental
    Dicionário Internacional de Termos Literários
    Dicionário da Montanha e da Escalada
    Dicionário da Sustentabilidade
    Dicionário de Química
    E-Dicionário de Termos Literários (Professor Carlos Ceia)
    Estatística
    Glossário de Termos HidroGeológicos
    Gramática (FLiP)
    GramaTICa (ME)
    Infopedia
    Larousse Encyclopédie
    Português (Priberam)
    Secção sobre o Acordo Ortográfico
    Sustainability Dictionary

    Formação Cívica
    Agenda 21
    Anarquismo
    Austeridade
    Bilderberg
    Blogosfera
    Compostagem Doméstica
    Consciência Animal
    Corporações
    Eco-Activismo
    Ecofeminismo
    Educação Ambiental
    Justiça e Liberdade
    Naturismo
    Nuclear
    Paz
    Permacultura
    Pesticidas
    Resistir à Publicidade
    Transgénicos
    Vegetarianismo

    Outros Temas
    Água
    Ar
    Alterações Climáticas
    Biomonitorização
    Eficiência Energética
    Floresta e Botânica
    Globalização
    Lixo Zero
    Miudos Seguros NaNet
    Mobilidade
    Oceanos
    Povos Indígenas
    Sustentabilidade
    Telemóveis

    Movimento estudantil

    Específico para Ciências Naturais 7º, 8º e 9º ano
    Biology 4 kids
    Como estudar Ciências Naturais/Biologia/ Geologia?
    Quais as árvores adequadas para cada local e estação do ano?
    Quais as principais diferenças entre microscópio óptico e electrónicos?
    11 documentários para construir um novo olhar sobre a questão ambiental

    Material de Apoio para estudar
    Sobre Alimentação - vários materiais aqui
    Sobre Sexualidade - vários materiais aqui
    Sobre Sistemas Humanos (digestivo, circulatório...) - materiais aqui
    Sobre Geologia (7º ano) e Ecologia (8º ano)-aqui tens muitos pdf/ppt
    P biology.png Biologia e seus campos de estudo (wikipedia)

    Verifica o teu estudo com estes guiões:
    Guião de controlo de aprendizagens de 9º

    Blogues
    BIB 2.0
    BIBVirtual
    Rato de Bibioteca

    NOVA ATENÇÃO © COPYRIGHT-  Ao partilhar, agradeço atempadamente a indicação do autor e do meu blogue Bioterra. Estes dossiês resultam de um apurado trabalho de pesquisa, selecção de qualidade e organização.

    Boris Vian- La Complainte du Progrès (1956) - uma crítica mordaz ao consumismo e muito actual



    A propósito de Thoreau versus Consumismo, recordei-me desta canção cheia de humor do polifacetado Boris Vian.Encontrei este vídeo com uma leitura moderna desse tema!


    Consultar ainda o dossiê BioTerra
    Resistir à Publicidade

    Segue-se o poema (grande lição latina ao mundo...risos)
    Autrefois pour faire sa cour
    On parlait d'amour
    Pour mieux prouver son ardeur
    On offrait son coeur
    Maintenant c'est plus pareil
    Ça change ça change
    Pour séduire le cher ange
    On lui glisse à l'oreille

    Ah Gudule, viens m'embrasser, et je te donnerai...

    Un frigidaire, un joli scooter, un atomixer
    Et du Dunlopillo
    Une cuisinière, avec un four en verre
    Des tas de couverts et des pelles à gâteau!
    Une tourniquette pour faire la vinaigrette
    Un bel aérateur pour bouffer les odeurs
    Des draps qui chauffent
    Un pistolet à gaufres
    Un avion pour deux...
    Et nous serons heureux!

    Autrefois s'il arrivait
    Que l'on se querelle
    L'air lugubre on s'en allait
    En laissant la vaisselle
    Maintenant que voulez-vous
    La vie est si chère
    On dit: "rentre chez ta mère"
    Et on se garde tout

    Ah Gudule, excuse-toi, ou je reprends tout ça...

    Mon frigidaire, mon armoire à cuillers
    Mon évier en fer, et mon poêle à mazout
    Mon cire-godasses, mon repasse-limaces
    Mon tabouret-à-glace et mon chasse-filous!
    La tourniquette, à faire la vinaigrette
    Le ratatine ordures et le coupe friture

    Et si la belle se montre encore rebelle
    On la ficelle dehors, pour confier son sort...

    Au frigidaire, à l'efface-poussière
    A la cuisinière, au lit qu'est toujours fait
    Au chauffe-savates, au canon à patates
    A l'éventre-tomate, à l'écorche-poulet!

    Mais très très vite
    On reçoit la visite
    D'une tendre petite
    Qui vous offre son coeur

    Alors on cède
    Car il faut qu'on s'entraide
    Et l'on vit comme ça jusqu'à la prochaine fois

    segunda-feira, 6 de março de 2006

    Thoreau versus Consumismo




    * "Ao invés de amor, de dinheiro, de fama, me dê a verdade"

    * "A não ser quando nos perdemos, ou noutras palavras, quando perdemos o mundo, é que começamos a nos descobrir e perceber onde estamos e o infinito alcance de nossas relações."


    * "Os homens, em sua maioria, aprenderam a ler para satisfazer a uma mesquinha conveniência, assim como aprenderam a calcular a fim de organizarem sua contabilidade e não serem enganados no comércio, mas sabem pouco ou nada a respeito da leitura como um nobre exercício intelectual. Contudo, num sentido elevado, a leitura é exatamente isso, não o que nos acalenta como um luxo e faz adormecer nossos mais nobres sentidos, mas o que nos coloca em alerta e a que dedicamos nossas horas mais intensas."

    * "Não basta uma informação de como ganhar a vida simplesmente com honestidade e honra, mas que tal ato seja atraente e glorioso, pois se ganhar a vida não for atraente e glorioso não é a vida que se ganha."


    * "A comunidade não tem suborno capaz de tentar um homem sensato. É possível levantar dinheiro suficiente para perfurar um túnel numa montanha, mas não é possível levantar dinheiro suficiente para contratar um homem que se ocupe com a sua própria vida. Um homem eficiente e valoroso faz o que pode, quer a comunidade lhe pague ou não. Os ineficientes oferecem a sua ineficiência a quem pagar mais, e sempre anseiam por uma colocação. Seria de se supor que eles raramente ficassem desapontados."

    * "Muitas vezes perco a esperança de conseguir neste mundo algo de simples e honesto com ajuda dos homens. (...) Não esqueçamos, no entanto, que grãos de trigo egípcio chegaram até nós por intermédio de uma múmia."

    Para saber mais:

    domingo, 5 de março de 2006

    Ontem, Sergei Lemschev, hoje Hahn-Bin: violino e voz humana, replicadores de perfeição



    Ontem, Sergei Lemschev, hoje Hahn-Bin: violino e voz humana, replicadores de perfeição, de espaço, de amor, de sentimentos, do sublime, do ver mais longe, acima do cume, da aldeia global.

    sábado, 4 de março de 2006

    Sergei Lemeshev- "Elegie" 1940



    O grande cantor russo Sergei Lemeshev (1902-1977) canta o romance russo  Elegie composta por Yakovlev. Gravado em 1940.

    sexta-feira, 3 de março de 2006

    Segurança Alimentar

    Por FIPA - Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares
    Publicado em 09-07-2002

    A Segurança Alimentar surge actualmente como uma das principais preocupações da Indústria Alimentar. Tal decorre da grande preocupação do consumidor com os alimentos que come actualmente e do receio que estes não sejam seguros para a saúde humana, ou seja que não sejam inóquos. E, no entanto, se atentarmos ao estado sanitário dos alimentos e aos cuidados e cautelas a que são sujeitos actualmente aquando do seu fabrico, muito maior nos dias de hoje, tal preocupação aparece como um paradoxo.
    Esta maior preocupação com os alimentos só pode ser entendida se tivermos em atenção, quer a evolução da sociedade, quer a maior sofisticação na produção de alimentos, ocorrida nos últimos anos.
    Evolução da Sociedade
    Nas últimas décadas a sociedade urbanizou-se, havendo uma cada vez maior concentração da população nos centros urbanos, sem qualquer ligação com a actividade agrícola. Este afastamento do mundo rural, não só provoca um desconhecimento do ciclo da produção primária, matéria prima dos alimentos, como deífica também artificialmente esta vida “passada”, ficando a noção do que o “antigamente é que era bom...”
    Para além de ser mais urbana a vida moderna tem muito menos tempo para confeccionar os alimentos. Enquanto há 30 anos uma família gastava em média 2 horas para confeccionar uma refeição, actualmente a média não ultrapassa meia hora, havendo estratos da população que não ocupam mais de 15 minutos.
    Outra característica da sociedade moderna é a sua grande sedentarização e a consequente maior preocupação com uma dieta alimentar diferente e mais adaptada a esta vida sedentária e com pouco exercício físico.
    Foram estas evoluções da sociedade que provocaram uma nova relação com o alimento, havendo simultaneamente uma maior preocupação com a composição nutricional do alimento e um maior afastamento ou desconhecimento do seu processo de fabrico, o que o torna mais sensível abrindo caminho muitas vezes a receios infundados.
    A resposta da Indústria
    A estas evoluções e preocupações por parte do consumidor, a indústria alimentar responde produzindo alimentos mais adaptados às novas exigências e limitações de tempo deste mesmo consumidor e, simultaneamente, mais sofisticados na sua composição. Assistimos assim a uma rápida transformação da indústria alimentar nos últimos anos, sector que tradicionalmente era uma indústria de alterações bastante lentas. Naturalmente que tais transformações não se deveram apenas às alterações dos gostos consumidores. A indústria alimentar também tem de responder aos desafios da globalização e aumento da concorrência, beneficiando, por outro lado das inovações e avanços da tecnologia e biotecnologia.
    Por outro lado ainda, o consumidor tem uma atitude dupla e por vezes paradoxa face a estas evoluções. A sua “vida sem tempo” leva-o a optar por produtos que beneficiam das vantagens das inovações tecnológicas. Referimo-nos a produtos de preparação rápida, com doses de dimensão adequada e de conservação mais longa. Simultaneamente mostram uma preferência a produtos ligados a regiões e culturas tradicionais, sem qualquer transformação.
    É a esta dupla atitude, nem sempre muito compatível que o produtor de alimentos tem de responder, assegurando simultaneamente níveis elevados de inoquidade.
    A Segurança Alimentar no Princípio do Séc. XXI
    A evolução atrás descrita da sociedade, as maiores preocupações com a alimentação e as crises alimentares da segunda metade dos anos noventa, especialmente a BSE e as Dioxinas, justificam a actual importância acordada à Segurança Alimentar, que se tornou o principal tema de debate dos primeiros anos do século XXI.
    São inúmeros os Seminários sobre este tema, sempre com grande interesse por parte do público, como o testemunham os recentemente realizados durante o mês de Maio pelo ISA e pelo IPATIPU.
    Por seu lado a indústria, promoveu Campanhas de Comunicação sobre Segurança Alimentar onde abriu as portas das suas indústrias, e comunicou a dinamização a adopção de Códigos de Boas Prácticas e de sistemas de autocontrole, pelas suas empresas.
    Os Governos e a União Européia promoveram um grande debate sobre a maneira de aumentar os níveis de Segurança Alimentar e restaurar a confiança dos consumidores, tendo posteriormente criado, ou em vias de criar Agências Alimentares que prosseguem precisamente estes objectivos.
    A Reconquista da Confiança do Consumidor
    Foi sendo cada vez mais claro, quer à indústria, quer aos governos que não bastava garantir níveis elevados de Segurança Alimentar, senão se conseguisse comunicar bem com o consumidor transmitindo-lhe correctamente as informações pertinentes, e assim reconquistar a sua confiança.
    Este esforço de uma boa comunicação tem, por outro lado, de ser complementado com a existência de uma Entidade Científica credível capaz de analisar cientificamente os perigos que se colocam, ou podem colocar para a saúde pública e capaz de ser aceite pelo consumidor nos seus pareceres.
    Segurança Alimentar e Qualidade
    Muitas vezes se tem falado de Segurança Alimentar e Qualidade, apresentando-os como conceitos similares ou mesmo equivalentes.
    Qualidade é, no entanto, muito mais do que a inoquidade dos alimentos, a que vulgarmente se chama Segurança Alimentar, não podendo, por outro lado existir sem ela. Sendo a Qualidade o conjunto de atributos de um alimento que o tornam preferido na sua escolha, por parte do consumidor, integra naturalmente a exigência da sua inoquidade, condição à partida de rejeição, caso não se confirme.
    No entanto esta inoquidade, por si só não garante a opção do consumidor. De facto um alimento seguro ou inóquo, se não tiver bom sabor e não responder às qualidades nutricionais, de embalamento, conservação, ou outras que dele espera o consumidor, dificilmente terá a preferência deste último.
    Há pois que promover a Qualidade, de forma a que a oferta do mercado corresponda ao que mais preferem os consumidores sem, no entanto, confundir estes dois conceitos. O verdadeiro desafio que se coloca a todos nós, consumidores ou produtores é a procura de uma Qualidade cada vez mais superior.

    quinta-feira, 2 de março de 2006

    Palestra por Paul Hawken - um Movimento Democrático Global está prestes a estourar





  • Project Drawdown official website
  • Official Paul Hawken website
  • Natural Capital Institute NCI
  • Biografia


  • Por Paul Hawken * [texto completo aqui]



    O movimento social tem três raízes básicas: Movimento para justiça ambiental e social, e a resistência de culturas indígenas contra a globalização - todos dos quais se entrelaçam. Surge espontaneamente de diferentes setores econômicos , culturas, regiões e agrupamentos, resultando num movimento global, sem classe, diverso , alastrando mundialmente sem exceção. Num mundo complexo demais para ideologias construtivas, a palavra movimento pode ser pequena demais , porque este é o maior agrupamento de cidadãos da história.

    Têm institutos de pesquisa, agências de desenvolvimento comunitário, organizações baseados em povoados e cidadãos, corporações, redes, grupos baseados em crenças, fundações . Defendem contra políticos corruptos e mudança de clima, predação corporativa e morte dos oceanos, indiferença do governo e pobreza endêmica, formas industrializadas de agricultura e plantio de madeira, esgotamento do solo e da água.

    quarta-feira, 1 de março de 2006

    O Bioterra completa dois anos!!!


    A Miguel Torga (Adolfo Rocha), companheiro fiel dos meus sonhos- Foto de João Soares

    Últimamente tenho postado com menor frequência e desculpem-me muitos dos que me visitam por não poder retribuir visitando os vossos blogues...
    Esta aventura nos próximos meses irá abrandar ainda mais, porque estou envolvido em projectos profissionais que me impedem a postagem diária que um blogue exige.
    Além disso estive quase a desistir....pois inquieta-me estes tempos difíceis que estamos a viver e gostaria de vir mais vezes aqui expôr mais denúncias, informar-vos de mais projectos positivos que estão a acontecer em Portugal e no Mundo, dar-vos a conhecer mais ONG e redes nacionais e locais que me contactam...mas sabem especialmente os blogueiros que não é tarefa fácil escrever todos os dias um artigo com alguma profundidade.....mas prometo continuar o meu blogue, pois devo a muitos leitores o estímulo, a receptividade e até alguma fidelidade que se foi criando ao longo da vida (pequenina) do BioTerra e é por eles que prosseguirei com este espaço.
    Poucos saberão ainda mas esta aventura na blogosfera começou antes, em Outubro de 2003 como colaborador do blogue Os Ambientalistas. . Foi um bom trabalho de equipa, mas...achava que o meu trabalho estava incompleto.
    Em Março de 2004 avancei então com o Bioterra, preocupado sobretudo com os meus alunos em divulgar entre eles e entre os profissionais da Educação o muito material que tinha disponivel sobre Educação Ambiental. Com o tempo verifiquei que atraí a blogosfera também. O que me encheu de alegria e maior empenho e maior responsabilidade.
    Os vossos contributos e mais recentemente a participação de algumas pessoas na escrita de algumas postagens ajudaram, como as rochas, a solidificar este Projecto.
    Muito, muito obrigado a todos e claro, conto sempre com a vossa participação, as vossas críticas e sugestões, pois são elas que permitem o enriquecimento do Projecto BioTerra e mais importante ainda são o melhor barómetro para a Educação Ambiental.