terça-feira, 19 de dezembro de 2006

Coexistência e o Museu de Seam

Toda a lei se cumpre plenamente nesta única palavra: ama o teu próximo como a ti mesmo.Carta aos Gálatos 5, 14

Exposição e Trabalhos sobre Coexistência (Brasil)

Não há entendimento sem diálogo, e não pode haver diálogo se não houver coexistência. Coexistência não pressupõe viver junto, mas apenas viver lado a lado. Coexistir é tolerar, respeitar e entender o outro, nosso semelhante.A partir dessa temática, a coexistência, 70 artistas brasileiros inscreveram seus trabalhos no Concurso Coexistence, cuja finalidade foi escolher uma obra que passasse a fazer parte da exposição itinerante de mesmo nome. Em sua passagem pelo Brasil, ocorrida entre agosto e setembro de 2006, a exposição Coexistence teve como cenário a Praça da Paz, no Parque do Ibirapuera.Sob a curadoria de Anita Kaufman e Edith Derdyk, o Centro da Cultura Judaica selecionou 30 dessas obras e as expôs de 10 de abril e 31 de maio de 2007 na Galeria do CCJ. A exposição teve entrada franca e foi aberta ao público. Aproveitando a presença de monitores que acompanhavam e explicavam os trabalhos, várias escolas trouxeram seus alunos para conhecer a exposição Coexistência. Uma oportunidade para que crianças e adolescentes pudessem refletir sobre o que é coexistir e as formas como as pessoas podem viver em coexistência umas com as outras.

Museum on the Seam Informações sobre a exposição Coexistence e os lugares pelos quais passou, além das mostras que ocorrem no próprio museu, em Jerusalém.

Sem comentários: